Quando eu criei o Venda Aberta, no final de 2015, eu estava no meio de encruzilhada profissional. Eu já tinha um bom trabalho, que pagava razoavelmente bem e que eu gostava de fazer. Porém, eu sempre tive múltiplos interesses e sentia uma necessidade muito grande de me aventurar em outras áreas e outros projetos.

Você já sentiu isso? O meu caso lembra um pouco o seu?

Por quê? Liberdade e independência.

Em primeiro lugar, eu queria independência.

Eu queria um pouco mais de controle sobre a minha própria vida, poder escolher as minhas atividades, os meus horários e o meu estilo de vida, em vez de ter apenas que seguir as decisões tomadas por outras pessoas: chefes, empresa, etc…

Em segundo lugar, eu queria ter mais liberdade financeira.

Nossos pais e avós sempre nos ensinaram a não colocar todos os ovos no mesmo cesto, porque se o cesto caísse todos os ovos se quebrariam de uma vez só e nós ficaríamos sem nada.

Porém, é justamente isso que a gente faz quando tem um emprego. Tendo apenas uma única fonte de rende, nós colocamos as nossas vidas e o destino das nossas famílias nas mãos da empresa em que trabalhamos. Tudo o que temos de mais importante passa a depender das decisões da empresa em que trabalhamos e do nosso patrão.

Talvez você esteja, agora, sentindo o mesmo que eu senti no fim de 2015 e querendo começar um novo negócio que te dê um pouco mais de liberdade financeira, um pouco mais de controle sobre a sua própria vida e mais realização pessoal.

Por isso, eu vou te dar algumas sugestões para começar um novo negócio. Você pode começar no conforto da sua casa, pode começar pequeno para experimentar e não precisa gastar muito dinheiro. Só precisa dedicar seu tempo com disciplina e determinação.

Comece um novo negócio para ter liberdade financeira e liberdade para decidir os rumos da sua vida.

Clique para tweetar

Como? Testar as águas ou queimar os barcos?

Talvez você seja adepto do “tudo ou nada” e prefira entrar de corpo e alma em uma nova atividade pra que tudo caminhe mais rápido, pra não ter chances de recaída.

Quando você larga tudo o que tem pra se jogar de cabeça em uma nova atividade e não tem mais o conforto e a segurança do seu emprego antigo, você se sente obrigado a se dedicar de verdade ao novo empreendimento pra aumentar as chances de tudo dar certo.

É como aquele caso do comandante militar que, chegando com o seu exército à praia do país inimigo e sabendo que os seus homens estavam em menor número, mandou queimar todos os seus próprios barcos. Assim, os seus soldados só tinham uma opção de verdade: lutar com todas as suas forças pra vencer o inimigo. Caso contrário, a morte seria certa, pois eles não tinham mais a opção de entrar nos barcos e fugir.

Se você perdeu o emprego, a vida já se encarregou de queimar os seus barcos e você está livre pra se jogar de corpo e alma no novo projeto. Porém, esse não era o meu caso. Eu queria começar um novo projeto como uma atividade paralela pra diversificar minhas fontes de renda. Além disso, eu não podia me dar ao luxo de eliminar a minha principal fonte de renda: o emprego que eu gostava de ter e me dava uma renda decente.

Se você não quer queimar os seus barcos (pelo menos não agora), você pode usar uma outra abordagem: testar as águas.

Como testar as águas?

Como você pode saber se o seu novo negócio vai dar certo? Vai ser um sucesso? Vai te dar muito dinheiro? Vai te dar uma pequena renda extra? O público vai se interessar? O público vai estar disposto a pagar pelos seus produtos ou serviços?

Antes de mergulhar em um rio, é bom você dar uma olhada na temperatura da água, saber se é seguro… Se tudo estiver bem, você mergulha.

Eu quero te sugerir quatro modelos de negócios pra você testar as águas antes de se jogar de cabeça.

Porém, antes, eu quero deixar uma coisa bem clara: talvez você não vá abandonar o seu trabalho agora pra se jogar de cabeça em um novo empreendimento, mas é preciso se esforçar, ter determinação e encarar com muita vontade o novo projeto.

Você vai ter que se dedicar durante um bom tempo. Se você for continuar com o seu emprego atual, terá um tempo reduzido pra dedicar ao novo projeto. Por isso, vai precisar de mais disciplina e determinação.

Alguns tipos de negócios para começar

Existem milhares de novas oportunidades de negócios esperando pra serem testadas. Eu vou sugerir quatro tipos de negócios pra você experimentar. Isso pode ser aplicado a muitas áreas diferentes, de acordo com os seus interesses, as habilidades e os recursos que você já tem.

Por exemplo, se você resolver montar uma loja física, pode ser uma loja de roupas, de ferramentas, de material esportivo, pet shop, doces, livros, etc…

Então, aproveite as dicas a seguir, avalie os conhecimentos, interesses e experiências que você já tem e tente listar algumas idéias pra você avaliar.

Loja virtual com dropshipping

Quando você tem uma loja física ou online, tem que se preocupar com várias coisas: controle de estoque, marketing, atendimento ao público…

O estoque dos produtos te custa muito dinheiro, pois você precisa comprar os produtos, armazená-los, entregá-los para os clientes, aceitar trocas e devoluções. Você precisa investir uma boa quantidade de capital para adquirir e armazenar os produtos e ainda corre o risco de não conseguir vender alguns deles.

O que é Dropshipping?

O dropshipping elimina as suas preocupações com a parte da compra e do controle do estoque, pois essas atividades ficam sob a responsabilidade do seu fornecedor.

Você faz um acordo com um fornecedor que trabalhe nessa modalidade, você vende os produtos, repassa os pedidos pra ele e ele envia diretamente para o seu cliente, como se você mesmo tivesse enviado. Nesse caso, você só paga pelos produtos quando faz uma venda e repassa o pedido para o fornecedor.

Essa é uma estratégia usada por quem quer começar uma loja online, mas também é usada de maneira semelhante pelos principais ecommerces do mundo: você já deve ter entrado em vários ecommerces famosos pra comprar um produto e viu uma mensagem informando que o produto é vendido e entregue por outra empresa.

Ou seja, o site está vendendo o produto, mas não tem estoque dele. Assim que você comprar, eles passarão o pedido para outro fornecedor, que tem o estoque e vai enviar o produto pra você. Assim, esses grandes ecommerces conseguem aumentar a variedade de produtos oferecidos sem precisar investir em novos estoques.

Se você optar por criar uma loja virtual usando dropshipping, você será responsável por todo o contato com o cliente. Você fará o marketing, o atendimento ao público, atenderá as reclamações dos clientes, dará instruções sobre como usar o produto. Porém, não precisará investir em estoque e assim poderá testar a aceitação de novos produtos sem ter que arriscar todo o seu rico dinheirinho.

Para saber mais sobre dropshipping

Venda Aberta – Perguntas e Respostas sobre Dropshipping

Afiliado

Um afiliado é alguém que tem um site, blog, vídeo, podcast, etc… onde fala sobre um conteúdo que interessa a um determinado público e também apresenta produtos ou serviços de terceiros que possam interessar a esse público. Quando alguém, seguindo a indicação dele, compra um desses produtos ou serviços, o afiliado recebe um pagamento, geralmente uma porcentagem sobre o valor do produto ou serviço.

Por exemplo, se você tem um site onde ensina a criar cães e gatos dentro de apartamentos, você pode apresentar os serviços de veterinários, adestradores de cães, apresentar produtos interessantes para o seu público, indicar cursos online sobre como cuidar melhor dos animais, etc… Toda vez que alguém comprar um desses produtos ou contratar um desses serviços, você ganha uma comissão.

A vantagem desse modelo de negócio é que você pode se concentrar exatamente nos assuntos e atividades que mais te apaixonam. Você não vai ter que vender nada. Na verdade, é até melhor que não pareça que você está vendendo. Você vai apenas ensinar coisas interessantes para o seu público e apresentar produtos e serviços que realmente sejam úteis e interessantes pra esse público. Você não vai empurrar um produto pra cima deles. Você vai apresentar novos recursos úteis que eles vão gostar de conhecer.

Dicas para afiliados

Aqui vão algumas dicas essenciais:

  1. Só indique produtos e serviços em que você confie. Você precisa manter o seu bom nome e a sua credibilidade junto ao seu público.
  2. Ensine o seu público como usar os produtos ou serviços. Por exemplo, quem comprar através da sua indicação pode ter acesso a aulas especiais sobre como utilizar o produto.
  3. Tente fazer um acordo especial com o fornecedor do produto ou serviço. Oferecendo um desconto ou brinde especial para o seu público, eles terão um incentivo a mais para comprarem a partir da sua indicação.

Exemplos de sites de afiliados

Para sites de afiliados, há vários modelos. Alguns exemplos:

  • Comparação de produtos
    • Você fala sobre produtos existentes no mercado, faz uma análise detalhada desses produtos, compara produtos concorrentes, mostrando as vantagens e desvantagens de cada um, informando qual é o melhor para cada tipo de público ou tipo de necessidade.
  • Dicas e tutoriais
    • Você ensina o seu público como fazer certas atividades (cozinhar, costurar, construir um site, cuidar do jardim, etc…) e indica produtos, serviços ou cursos que possam ajudar a fazer essas atividades.
  • Lista de melhores ofertas
    • Você pesquisa as melhores ofertas de produtos e serviços de determinadas categorias e mantém essas informações sempre atualizadas no seu site para facilitar o trabalho do seu público.
    • Você pode enviar ofertas diárias por e-mail e redes sociais.
  • Comunidade
    • Você escolhe um assunto e um público bem definido e cria um site onde você e também os próprios usuários possam publicar informações.
    • Nesse site, você indica produtos e serviços úteis para esse público específico.
    • Exemplo: clube de leitura, onde as pessoas registram os livros que leram, fazem comentários sobre eles, combinam o livro do mês para todos lerem e discutirem. Você pode colocar link pras pessoas comprarem os livros.

Para saber mais sobre sites de afiliados

Como ser afiliado do Venda Aberta?

Top 10 dos programas de afiliados

Blog, vídeo ou podcast

Você pode ter canais onde produz e disponibiliza conteúdo para o seu público e ganhar dinheiro (monetizar, como se diz agora) de várias formas:

  • Afiliado, como eu já expliquei acima.
  • Propaganda (exibir propaganda de produtos e serviços e ganhar por exibição ou por clique).

Se você tiver um canal no Youtube e tiver um grande número de visualizações nos seus vídeos, pode começar a ganhar algum dinheiro com isso. O problema é que você precisa ter muitas visualizações.

A estratégia aqui é criar, crescer e monetizar.

Você cria bastante conteúdo de ótima qualidade. Isso vai variar de acordo com o assunto e o seu público. Talvez precise ser divertido, com linguagem mais informal. O essencial é aumentar cada vez mais o seu público para que o valor ganho pela visualização das propagandas possa te dar uma renda pelo menos razoável..

Outra possibilidade é usar esses vídeos pra divulgar os seus próprios produtos e serviços.

Por exemplo: você pode fazer vídeos dando dicas sobre como criar uma loja online e oferecer o seu curso completo para criação de lojas online, com suporte e acompanhamento profissional, etc…

Para saber mais sobre blog, vídeo ou podcast

Guia Definitivo Como Criar um Blog Incrível e Ganhar Dinheiro Com Ele

Os melhores podcasts do Brasil de 2018: para aprender e se divertir

Quanto ganha um Youtuber?

Curso online

Talvez você se pergunte: por que alguém pagaria por um curso online se a gente pode encontrar quase tudo de graça na internet?

O curso online tem que oferecer algo a mais, que os recursos gratuitos geralmente não oferecem:

  • Comodidade de ter as informações e os recursos todos reunidos num só lugar, sem precisar pesquisar e comparar.
  • Suporte pra tirar dúvidas que aparecerem.
  • Acompanhamento pra colocar o conhecimento em prática. Por exemplo, se você ensina a criar um site, você pode acessar o site criado pelo aluno e dar feedback pra ele sobre o que poderia ser melhorado e como fazer isso.
  • Comunidade onde os alunos podem discutir entre si sobre os cursos e trocar experiências.

Você pode optar por criar o seu próprio site de cursos online e divulgá-lo OU usar uma plataforma de terceiros, como Udemy, Eduzz, etc…

As plataformas de terceiros tem muitos recursos, já são conhecidas, tem milhares de alunos que já participam e podem facilitar muito pra você começar imediatamente. Talvez sejam um bom lugar pra começar e pra experimentar.

Eu recomendo que você crie seu próprio site, pelo menos pra ir criando um relacionamento com o seu público e poder, em algum momento, usar a sua própria plataforma de cursos e não ficar dependendo exclusivamente de um fornecedor externo.

Para saber mais sobre curso online

Como criar um curso online de graça ou gastando quase nada

15 plataformas EAD para você hospedar seus cursos online

Conclusão

Começar um novo negócio é uma aventura, tem suas dificuldades, mas também é excitante e pode dar um novo propósito à sua vida.

Não se trata apenas de ganhar mais dinheiro. Trata-se de ter um trabalho que esteja mais de acordo com os seus objetivos de vida, onde você se sinta realizado e dono do seu próprio nariz.

Espero que você tenha gostado das dicas que eu dei.

Não se esqueça de deixar sua opinião na seção de comentários e compartilhar com os seus amigos nas redes sociais. Se tiver alguma dúvida, pode perguntar.

2 thoughts on “Por que iniciar um novo negócio?”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.